quarta-feira, 4 de março de 2015

Resenha - O Mundo de Sofia





Nota:10
Editora: Companhia das Letras
Publicação: 1991
Páginas: 547


Então, o que falar sobre esse livro que tanto que tanto admiro?


      O Mundo de Sofia é um conto sobre a história da filosofia, um romance publicado em 1991 pelo norueguês Jostein Gaarder. O livro que conta a história de Sofia Amundsen pode também servir como guia filosófico, suas últimas páginas contam com um índice de A à Z da qual o autor conectou seus escritos do conto à uma espécie de dicionário. A cada capítulo uma parte da trama ganha forma dentro de um ramo filosófico de fácil compreensão. O que pode-se dizer fascinante.

      A ponto de completar 15 anos Sofia recebe cartas misteriosas, algumas com cartões postais. Tudo isso de forma anônima questionando-a sobre a vida e de onde tudo começou. Tudo que se sabe é que os cartões postais são enviados para uma jovem chamada Hilde Knag por um major libanês. Sofia não conhece a ambos, mas sabe que são relevantes chaves para as descobertas. As cartas são como pistas que guiam a personagem por caminhos inusitados.  

     "Sofia Amundsen voltava da escola para a casa. Percorrera a primeira parte do caminho em companhia de Jorunn, sua colega de classe. Tinham conversado sobre robôs. Jorunn considerava o cérebro humano um computador complicado. Sofia não estava bem certa se concordava com isto. O ser humano não seria algo mais que uma máquina?" 

     Aos poucos tudo vai ficando mais claro e a fazer mais sentido na vida dela. O mundo depois das cartas vai se revelando diferente do que a realidade proporcionava. Mostra-lhe um novo plano distinto.
  

Filme do livro:



Alana Arrieche